Por Dayse Porto, comunicadora popular da Terra de Direitos 

Neste sábado e domingo (8 e 9), as mulheres quilombolas de Santarém irão realizar o “Encontro de Mulheres Quilombolas do Baixo Amazonas”, evento final do grupo de mulheres “Na raça e na cor”, da Federação das Organizações das Mulheres Quilombolas (FOQS).

A atividade finaliza o ciclo de oficinas promovido pelo grupo durante o primeiro semestre de 2017, nas 12 comunidades quilombolas representadas pela Federação e outras comunidades do município de Monte Alegre.

Buscando fortalecer a organização das mulheres quilombolas da região, que  promovem uma série de atividades para somar na luta de suas comunidades, o encontro é fruto das discussões desenvolvidas por quilombolas através da recategorização da história de ocupação territorial de suas comunidades.

O encontro contará com uma programação de apresentações culturais, palestras, trabalho em grupos, rodas de conversa, oficinas de resgate e fortalecimento da identidade e cultura das mulheres negras e quilombolas, e encaminhamento de articulações e estratégias para a luta da movimento.

Estarão presentes no evento Rejane Oliveira, da  Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (CONAQ) e Valéria de Jesus, representante do Malungo, organização estadual quilombola.

Para Layza Queiroz, assessora jurídica da Terra de Direitos, este momento é importante para a organização das mulheres quilombolas de Santarém pois “elas vêm de um processo de fortalecimento de sua organização interna que tem sido muito rico”, destaca.

“O encontro final possibilitará debates coletivos sobre a violência contra a mulher e como enfrentá-la, o impacto da não efetivação da titulação dos territórios quilombolas na vida das mulheres, assim como irá viabilizar que elas construam estratégias para fortalecer suas lutas. Isso tem um poder transformador”, defende Layza.

O Encontro de Mulheres Quilombolas do Baixo Amazonas acontece concomitante a programação do “Julho das Pretas”, mês destinado para elaboração e implementação de uma agenda comum de intervenções que buscam dar visibilidade para a luta das mulheres negras, em referência ao Dia Internacional da Mulher Afro-Latino-Americana e Afro-Caribenha, comemorado em 25 de julho.

>> Confira a programação:

Na raça e na cor

A série especial quilombola “Na raça e na cor” tem como objetivo visibilizar a luta e resistência das comunidades quilombolas do Brasil através da discussão sobre territorialidade, raça e gênero.

Em um período de dois meses, a série apresentará um pouco da trajetória dessas comunidades, ilustrando a luta e resistência quilombola de todo o país frente a sistemática violação de direitos a partir da experiência de comunidades quilombolas do Oeste do Pará, onde destaca-se a articulação das mulheres quilombolas.

Organizadas através da Federação das Organizações Quilombolas de Santarém (FOQS), as quilombolas promovem uma série de atividades que visam fortalecer a luta de suas comunidades pelo reconhecimento e efetivação de seu direito ao território.

Tendo como fio condutor essa mobilização, Na raça e na cor pretende contribuir com a luta emancipatória dos movimentos quilombolas através de reportagens, artigos, entrevistas, depoimentos e materiais gráficos que debatem o modo de vida, a organização social, a cultural e política quilombola através da discussão sobre territorialidade.

>> Para saber mais sobre a luta das comunidades quilombolas pelo direito à terra, acompanhe a série Na raça e na cor pelo site e Facebook

Serviço | Encontro de Mulheres Quilombolas da região do Baixo Amazonas

Data: 8 e 9 de julho de 2017
Local: Sede da Federação das Organizações Quilombolas de Santarém (FOQS)
Endereço: Rua Sorriso de Maria, nº 250, Jardim Santarém – Santarém (PA)